terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Estrada da vida

Foi na estrada da vida onde conheci as cores, formas, prós e contras de uma vida deixada levar pela intuição e destino.
Com um maço de cigarros, um saca-rolhas, umas duas garrafas de vinho, roubadas da adega de meu avô, que serão bebidas no gargalo, sem perspectiva de serem partilhadas com alguém.
Bêbado de vinho, de cigarros e vontades, sai com uma única bolsa pesada de sonhos e desejos.
Vagando pelas ruas, avenidas e becos, deparei-me com olhos raivosos, incrédulos, sobrancelhas franzidas, bocas abertas, queixos caídos, costas, vi muitas costas e portas fechadas.
Cambaleando pelo caminho da vida, sempre sozinho.

9 comentários:

  1. Clara, selo pra ti no meu blog :)

    http://amar-go.blogspot.com/p/presentes-selos.html

    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. selo pra você
    http://www.dignodecapa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Somos do Projeto Créativité e lhe convidamos para dar uma olhadinha, e se possível participar!

    http://projetocreativite.blogspot.com

    Agradecemos :D

    ResponderExcluir
  4. Um selo pra você!
    http://diariodeumacanceriana.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Selo pra você ;*
    http://umamor-demenina.blogspot.com/
    Adoro o teu cantinho!

    ResponderExcluir
  6. Ficou bacana esse post. Bem ao estilo meio vago, mas legal. :D

    www.danielcotrimp.blogspot.com

    Beijos!

    ResponderExcluir